Follow:
Livros

Resenha Literária: Lonely Hearts Club

lonely hearts club book

E aí você se depara com um livro que imita a capa do seu álbum favorito, da sua banda favorita, e a personagem principal tem o nome de uma das suas músicas favoritas. O que fazer? Correr alucinadamente para ler!

Talvez com esse primeiro parágrafo nada tendencioso, vocês já tenham percebido que o livro Lonely Hearts Club faz várias referências aos Beatles. E se você também é fã da banda, com certeza vai aproveitar o livro em dobro, mas se você não curte (oi?) vai aproveitar a leitura do mesmo jeito.

resenha livro lonely hearts club

Lonely Hearts Club (de Elizabeth Eulberg) conta a história de Penny Lane Bloom, que após sofrer um decepção amorosa com o garoto que ela jurava ser o cara com quem “viveria feliz para sempre”, toma uma decisão drástica.

Passando por uma fase muito ruim, Peny faz o que qualquer garota faria… Se tranca no quarto para ouvir músicas depressivas.
 
“Só havia uma coisa que eu podia fazer para aliviar a dor. Recorri aos únicos garotos que nunca tinham me decepcionado. Os únicos caras que nunca partiram meu coração, que nunca me desapontaram. John, Paul, George e Ringo.”

É quando, olhando para um pôster da banda, do álbum Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club, três palavras saltam aos seus olhos, e ela tem a ideia: fundar o Lonely Hearts Club.

“Eu ia parar de me torturar namorando otários. Aproveitaria as vantagens de ser solteira. Pela primeira vez, iria me concentrar em mim. O terceiro ano seria o meu ano. Giraria todo em torno de mim, Penny Lane Bloom, única participante e fundadora do Lonely Hearts Club.”

lonely hearts club resenha livro

A princípio as amigas de Penny acham a ideia principal do clube (não namorar enquanto estiver frequentando a escola McKinley, onde os garotos são “a essência do mal”) uma loucura. Mas aos poucos, situações vão acontecendo e elas percebem que talvez Penny esteja certa (afinal, quem nunca passou por uma decepção?) e o Lonely Hearts Club se torna um grande sucesso na escola.

O clube acaba incomodando muita gente. Não só os meninos, que ficam indignados com a nova conduta das meninas, mas também algumas garotas, que veem a escala social da escola dar uma reviravolta.

Porém, em certo ponto, a própria Peny começa a se a se questionar se estava certa. Será que todos os garotos são mesmo tão babacas, ou um garoto em especial que anda povoando seus pensamentos foge à regra?

livro lonely hearts club

O mais bonito da história é que o que a princípio era apenas um clube contra garotos, acaba de tornando algo que nos mostra o verdadeiro valor da amizade. Elas percebem que estão lá uma pelas outras, seja apenas para ver filmes em um sábado à noite ou para se apoiarem nas situações difíceis.

lonely hearts clubDetalhes que fazem a diferença: trechos de músicas intercalam alguns capítulos, conectando-se com a história

A história em si é um tanto clichê e previsível, sem grandes surpresas. Porém, eu gosto de clichês. É uma leitura leve, com capítulos curtos que te tentam a devorar um atrás do outro (“só mais um, só mais um…”) e garantem boas gargalhadas. Um livro gostoso de ler.

loney hearts club livro
No final, a mensagem que fica, é do quanto é importante não só valorizar a si mesma, como também às verdadeiras amizades.

Autora: Elizabeth Eulgber / Editora: Intrínseca / Páginas: 240

Acompanhe o Burguesinhas:
Facebook | Twitter | Lookbook
 Youtube | Pinterest
Instagram: @carlasantanna


 

Share:
Previous Post Next Post

Você também vai gostar:

14 Comments

  • Reply Carla Wolf

    Ai não acredito, referência a Beattles? *-* Omg! E me interessei pela história!

    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    Responder

    Carla, respondeu:

    fevereiro 10th, 2014 @ 11:42 pm

    Então leia que vc vai gostar, Carla! 🙂

    Responder

    fevereiro 7, 2014 at 4:59 pm
  • Reply Ursula Andress

    saudades de tu amiga!

    Responder

    Carla, respondeu:

    fevereiro 10th, 2014 @ 11:45 pm

    Também, Ursula. 🙂

    Responder

    fevereiro 7, 2014 at 6:01 pm
  • Reply Vivi

    Hum… parece um livro levinho para se distrair. Gostei!

    bjim

    http://www.ligadosesmaltes.com

    Responder

    Carla, respondeu:

    fevereiro 10th, 2014 @ 11:42 pm

    É sim, Vivi. Ótimo para passar o tempo.

    Responder

    fevereiro 7, 2014 at 6:10 pm
  • Reply Kammy - Comer, Blogar, Amar...

    parece ótimo Ca, caraca pode crer, adorei a capa
    rsrs

    bjos
    kammy
    Comer, Blogar, Amar

    Responder

    Carla, respondeu:

    fevereiro 10th, 2014 @ 11:43 pm

    Ótima a capa, né Kammy?!

    Responder

    fevereiro 7, 2014 at 7:00 pm
  • Reply Alexia Cavalcante

    Adorei a resenha!

    Estou te seguindo, seu Blog é muito lindo, parabéns.
    Blog: http://www.papodemeninasaer.com/
    Tá rolando um super SORTEIO, vai perder?!: http://www.papodemeninasaer.com/2014/01/sorteio-ofertas-da-semana-da-loja-tudo.html

    Responder

    Carla, respondeu:

    fevereiro 10th, 2014 @ 11:43 pm

    Obrigada, Alexia! 🙂

    Responder

    fevereiro 7, 2014 at 8:24 pm
  • Reply Mychelle Freiesleben

    Eu também não me importo com a história ser clichê. Eu gostei da parte de ela fundar um clube de solteiras! hahaha… Parece ser um livro legal! AMEI a capa!
    Uma Questão de Estilo

    Responder

    Carla, respondeu:

    fevereiro 10th, 2014 @ 11:44 pm

    Um clichezinho é bom pra passar o tempo, né Mychelle?! rs

    Responder

    fevereiro 8, 2014 at 3:32 am
  • Reply Kelly Ane Agostinho

    Me deu vontade de ler, pelo jeito que você falou ´parece mesmo uma leitura bem gostosa! beijos

    http://www.bemebela.com

    Responder

    Carla, respondeu:

    fevereiro 10th, 2014 @ 11:45 pm

    É sim, Kelly! Se ler me conta o que achou. 🙂

    Responder

    fevereiro 8, 2014 at 8:53 pm
  • Leave a Reply