A Influência do Funk na Moda: Marca se torna referência entre as funkeiras

Leia neste artigo:

O estilo das funkeiras conquistou a preferência dos jovens, looks sexys e que chamam atenção não podem faltar no guarda-roupa. A Nathalia Freitas, estilista e empresária que faz sucesso há mais de 10 anos com a Moda Piriguete, conta que as meninas gostam muito de usar roupas curtas, justas, decotadas, com muito brilho, mas sem abrir mão do conforto.

Essa mistura do glamour com o conforto é primordial no estilo funkeira, temos que fazer um verdadeiro milagre e usar muita criatividade colocando tudo o que elas desejam em tão pouco tecido (risos), o short curtinho e coladinho com o cropped é a dupla perfeita”, completa Nathalia.

Funk na moda

Hoje, o funk é o segundo estilo mais escutado em todo o Brasil, ele não só influencia a moda, mas os jovens em si, podemos considerar como uma nova tribo. “Antigamente nomeavam como peruas, depois piriguetes e agora funkeiras, vão mudando as classificações, mas os estilos são muito próximos uns dos outros.

Para os bailes, as peças devem sempre chamar muita atenção, e serem chiques, sexys, não deixando o conforto de lado, mesmo com vestidinho, tem o short em baixo para dar mais conforto. Além disso, elas sempre usam algo confortável nos pés. O cropped é a peça favorita delas, e não pode jamais faltar no armário de uma funkeira.

A marca aposta em parcerias com MCs e influenciadoras, como Danny, Pocahontas, Mirella, Drika, Bella, Tati Zaqui, Melody, Dani Russo, Ruivinha de Marte, Deolane entre outras que costumam usar modelitos da sua marca nos editoriais, clipes de funk, aniversários e eventos.

“Contrariando muitos que acreditavam que essa seria uma moda passageira, aqui estou eu para mostrar que essa moda veio para ficar.

Fonte:

@nathaliafreitasco
@lojanathaliafreitas

Compartilhe nas redes sociais :)