Cuidados com a pele no inverno

Os cuidados com a pele no inverno são necessários para manter esse órgão saudável. Ele é responsável pela proteção do corpo contra ataques externos – vírus, bactérias e atritos, por exemplo e por isso faz parte do sistema imune inato. Além disso, ainda é responsável por fazer a termorregulação para garantir a homeostase corporal – o equilíbrio das funções.

É a pele que permite a percepção de fatores como dor, pressão e temperatura. No inverno, a pele tende a estar mais seca como resposta às baixas temperaturas, por isso, durante essa estação, são necessários maiores cuidados. Para saber mais sobre eles, basta continuar a leitura do texto.

O que pode danificar a pele no inverno

Muitos fatores, especialmente se associados, prejudicam a aparência de viço e saúde da pele. A exposição solar, a má alimentação, a falta de hidratação e de água são prejudiciais e causam envelhecimento precoce, devido à deterioração que o frio causa quando não há cuidados com a pele no inverno.

Além disso, o frio enfraquece a camada de gordura e água da pele, o que faz com que ela perca mais água, elemento necessário para manter a hidratação. Uma pele não hidratada fica propensa a uma maior formação de radicais livres, que inferem no envelhecimento prematuro do órgão. 

Hidrate pele e corpo

A pele é o maior órgão do corpo humano, como já foi dito. Por isso, é muito importante redobrar os cuidados com a pele durante o inverno. Além do óbvio, que é o consumo de água, é interessante utilizar hidratantes mais espessos e alimentos ricos em vitamina C e E.

Outro ponto para se atentar é hidratar não somente a pele do rosto, mas hidratrar o corpo todo, como braços, pernas, colo, dentre outras partes. Os cuidados com a pele no inverno devem ser redobrados para garantir saúde ao longo dos anos.

Hidratantes

A título de informação, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) informa que a água quente remove a oleosidade natural da pele, o que traz um aspecto seco. Para os cuidados com a pele no inverno, o mais indicado é investir em hidratantes mais espessos, pois promovem melhor hidratação.

No intuito de colaborar com a hidratação, os dermatologistas indicam uma alimentação rica em antioxidantes e vitaminas C e E. Morangos, laranjas, limões, repolho e cenouras são as frutas da estação e grandes aliados para prevenir gripes e resfriados, inclusive. Todos esses cuidados com a pele no inverno ajudam a ter uma pele mais hidratada e promover seu rejuvenescimento.

Água Termal

A água termal é uma água enriquecida com minerais com o intuito de reposição. É muito usada antes da maquiagem no intuito de trazer hidratação e frescor para a pele. Parece um detalhe bobo, mas faz real diferença, principalmente em maquiagens para longos períodos – no trabalho, por exemplo – ou simplesmente para usar a pele natural.

Além de hidratar, a água termal também tem função antioxidante, que alivia irritações e sensações de queimaduras. Além disso, é ótima para fechar os poros após fazer a barba ou depilação. Por isso, pessoas que costumam usar maquiagem diariamente podem apostar nesse produto além dos hidratantes comuns.

Use filtro solar

Até mesmo no inverno, os cuidados com a pele devem continuar. Entre eles, está o uso de filtro solar. O protetor deixa a pele mais bonita e viçosa, além de prevenir contra câncer de pele e pigmentações indesejadas. De acordo com a INCA – Instituto Nacional de Câncer, casos de câncer de pele, de cabeça e pescoço podem ser prevenidos com o uso do protetor solar, seja em casa ou na praia.

Além disso, o uso do filtro solar previne o aparecimento de manchas causadas por sol e/ou acne e está diretamente relacionado à prevenção do envelhecimento precoce. Portanto, o filtro solar auxilia nos cuidados com a pele no inverno, mesmo que a incidência de sol seja menor.

Beba bastante água

Outro aspecto é que, como a transpiração diminui, as pessoas tendem a tomar menos água porque não sentem a sensação de sede. Contudo, mesmo assim é fundamental que se dê continuidade à hidratação diária com cerca de dois litros de água. É claro que há uma variação de acordo com as necessidades diárias e o peso, mas essa é a recomendação geral.

Um jeito interessante para manter a hidratação é ter lembretes no celular, na agenda/planner ou em um lugar visível da mesa. Por exemplo: se a pessoa tem uma garrafa de água de 500ml, durante o dia deve encher quatro vezes a mesma garrafa, assim, é mais fácil ter um controle do consumo de água. Outra dica é sempre ter uma garrafa de água na mesa, especialmente agora em tempos de home office.

Beber água ajuda na hidratação por dentro do corpo, o que é um ponto fundamental nos cuidados com a pele no inverno, o que a ajudará na manutenção do desfalque de hidratação.

Evitar banhos muito quentes

No inverno, há uma tendência de tomar banhos mais quentes, especialmente em regiões mais frias, como Sudeste e Sul do país. Porém, o banho quente remove a camada protetora da pele, que é vista somente como oleosidade. Apesar de irresistível, banhos muito quentes prejudicam os cuidados com a pele no inverno.

É claro que há casos de peles oleosas, mas mesmo elas precisam ser hidratadas, pois, caso contrário, o corpo tende a produzir ainda mais óleo, já que o corpo entende que ela está ressecada. Por isso, existem cremes adequados para o próprio tipo de pele. Há muitas opções no mercado com preços variados.

Gostou das dicas para manter os cuidados com a pele no inverno? Caso queira saber mais, acompanhe nossas postagens e confira os produtos Dermage.