Empreender e Democratizar após os 40 – maturidade é o sucesso do negócio

Empreendedora Andrezza Fusaro se reinventa e faz sucesso com a Royal Face democratizando o mercado da beleza

A máxima de que a vida começa, ou até mesmo recomeça, aos 40 anos está presente na vida de muitos empreendedores no Brasil.  Segundo dados do Sebrae, a idade média do empreendedor brasileiro é de 44,7 anos.

Um dos exemplos é a empresária Andrezza Fusaro, de 46 anos, que provou que o empreendedorismo maduro dá certo com dedicação, planejamento e experiência de vida. Andrezza, dentista de formação, se reinventou e encontrou na estética o segredo do sucesso e vem transformando a vida dos clientes.

Com uma história de dedicação e amor, que começou aos 40 anos, ela se tornou uma empreendedora de sucesso a frente da Royal Face, sendo pioneira no segmento de beleza, lançando o Carnê da Beleza, que democratizou o acesso aos procedimentos estéticos que antes eram inacessíveis a classes sociais menos favorecidas devidos aos valores.

O Genesis do sucesso

Sua história começa em 2015, quando, a princípio, ela queria apenas ocupar um imóvel ao lado do seu consultório odontológico em Curitiba (PR), para evitar concorrência. Andrezza viu na dificuldade uma oportunidade.

Com autorização para operar com botox, ela criou uma pequena clínica e, para se diferenciar, baixou os preços e parcelou os tratamentos no cartão de crédito.

Com o tempo, a clínica de estética passou a ter o faturamento equivalente à clínica odontológica e ela precisou tomar uma decisão, abandonando a carreira de formação.

Com o aumento da procura e ajuda do sogro, Andrezza criou uma financeira dentro do seu negócio, sendo pioneira no segmento, lançando o revolucionário Carnê da Beleza.

Com parcelamento facilitado em até 24 vezes para quem não tinha cartão de crédito, permitiu que mulheres de todas as classes pudessem ter acesso a procedimentos estéticos antes vistos como inacessíveis.

“É um privilégio pra mim depois dos 40 anos, vencer e trazer vitória para muitas mulheres que puderam ter acesso aos tratamentos, facilitar o acesso e fazer parte de um sonho das pessoas, podendo ajudar essas mulheres a se tornar cada vez mais lindas com um tratamento de excelente qualidade e melhorando a autoestima de todos”

diz Andressa.

Empreendedorismo Feminino

A Royal Face oferece mais de 40 tipos de tratamentos faciais e corporais, como toxina botulínica, preenchimento e fios de sustentação, além de microagulhamento, lipo de papada, skinbooster, peeling, clareamento de melasma e secagem de vazinhos.

Com o sucesso do negócio, em 2018, Andrezza se uniu ao Grupo Up, de São José do Rio Preto (SP), que iniciou o processo de expansão através das franquias.

Hoje, o carnê é o carro-chefe nos resultados da marca. A Royal Face chega em 2021 com mais de 200 unidades comercializadas em 15 estados brasileiros. A marca oferece modelos de negócios Slim, Standard e Premium. O investimento inicial é a partir de R$159 mil.

O procedimento mais procurado na rede são os Fios de Sustentação. De março de 2020 a março de 2021 houve um aumento de 12% nas vendas do procedimento.

Os Fios de Sustentação são que possuem um Ticket Médio maior. Em toda a rede, houve um aumento de 20% no Ticket Médio total da rede, chegando ao total de R$1.265. 

Atualmente, 40% do faturamento da rede está vindo por conta de vendas online, visto que muitas franquias não estão atendendo, devido a pandemia.

Potencial de Mercado

A confiança de Andrezza está no potencial do mercado: de acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (Isaps – da sigla em inglês), em 2018 o Brasil concentrou 9,7% de todos os procedimentos estéticos realizados no mundo, sendo 770 mil não cirúrgicos e 1,5 milhão cirúrgicos. Destes, quase 400 mil foram aplicação de botox e mais de 250 mil de ácido hialurônico.