Método LPF – Da barriga negativa à saúde integral

Método LPF completa cinco anos no Brasil com mais de 100 mil adeptos

Muito além dos benefícios estéticos, programa de treinamento postural e respiratório é cada vez mais procurado por proporcionar melhor qualidade de vida em todas as faixas etárias

No início, muita gente descobriu as aulas de LPF (Low Pressure Fitness) na busca pela famosa barriga negativa, tão propagada nas redes sociais. Mas a surpresa mesmo foi constatar que, além da redução da circunferência abdominal e da cintura, junto veio ainda a melhora da postura, eliminação das dores na coluna e até melhorias no funcionamento do intestino, entre outros benefícios à saúde.

Como resultado, cinco anos depois do método aportar em terras brasileiras, já existem mais de 100 mil praticantes em todo o país e cerca de 5 mil instrutores licenciados entre fisioterapeutas, profissionais de pilates, personal trainers, osteopatas, entre outros, números que permanecem em expansão.

“O grande destaque do LPF é que, salvo exceções de recomendação médica, pode ser praticado por todo mundo, de todos os sexos, em todas as faixas etárias, inclusive por gestantes e idosos, com resultados notórios para a saúde do aluno como um todo”, destaca Carol Lemes, embaixadora do LPF no Brasil que já ministrou mais de 500 cursos de formação do método.

O que é o método LPF?

Exercícios de LPF – recuperação da musculatura abdominal

O Método LPF é um programa de treino postural e respiratório que ativa os músculos abdominais profundos e o períneo. Os exercícios do LPF não exercem pressão sobre o pavimento pélvico ou a coluna, tanto que é muito utilizado para a recuperação da musculatura abdominal e perineal no pós-parto, no âmbito terapêutico da fisioterapia obstétrica”, explica. “Com treinos de 45 minutos realizados 1x/semana  já é possível alcançar excelentes resultados”.

Com a disseminação do LPF, surgiram também mais especializações, o que ajudou a ampliar o número de adeptos. “Temos, por exemplo, a especialização Wall Series, em que as posturas estáticas e dinâmicas são realizadas na parede, e a especialização Materials, com a utilização de acessórios como bolas e faixas”, revela Carol

“Ambos trabalham muito a informação cinestésica e proprioceptiva, ou seja, a percepção dos movimentos corporais e musculares. Isso facilita muito a assimilação dos exercícios, torna a execução mais eficiente e os resultados, mais expressivos”.

Carol destaca que atualmente o LPF é o treinamento de “core”  – músculos que controlam e promovem a estabilidade da região pélvica e lombar – que mais cresce no país e no mundo, mas é realmente preciso buscar um profissional qualificado para a segurança e efetividade na orientação da prática.

“A certificação pelo International Hypopressive Physical Therapy Institute assegura que a formação no método seja completa, e sempre atualizada”, ressalta a embaixadora no Brasil.

“Nós não ensinamos apenas uma técnica de treinamento, mas também como aplicar corretamente, para que fisioterapeutas e profissionais da Educação Física possam adotar a prática com seus clientes de forma simples e efetiva”, aponta a especialista.

“Hoje chegamos a ministrar cinco cursos por final de semana com turmas de, em média, 30 participantes, e isso sem dúvida se deve à maior abrangência das aplicações da LPF para a saúde e bem-estar”, conclui.

Sobre Carol Lemes*

Formada em Educação Física pela UNICAMP,  Carol Lemes é embaixadora no Brasil do método Low Pressure Fitness, mais conhecido como a técnica da barriga negativa. Carol foi a primeira brasileira a ter a certificação da escola Internacional Hypopressive & Physical Therapy Institute e, em 2015, trouxe a LPF para o país. Desde então, já formou mais de 5 mil fisioterapeutas e profissionais da área aptos a aplicarem a técnica em mais de 50 cidades.

Carol também é certificada pelo método Gasquet, desenvolvido pela médica e fisioterapeuta francesa Bernadette Gasquet, grande referência em parto e pós-parto, e em ELDOA (Longitudinal Osteo-Articular Decoaptation Stretching), com o Osteopata francês Dr. Guy Voyer .

Onde fazer aula de LPF?

Hoje, Carol possui três Studios em Campinas e conta com um time de seis profissionais que a ajudam no processo de expansão do método LPF pelo Brasil. Além disso, ela também é fundadora da empresa Leading Fitness focada em cursos para profissionais da área de saúde.