Vazamento de Nudes nas Redes Sociais e Consequências

Psicólogo fala sobre exposição de nudes nas redes e saúde mental das
vítimas – Dr. Alexander Bez aborda o assunto e alerta sobre consequências psicológicas

Na era moderna, principalmente devido ao isolamento social causado pela Covid-19, são inventadas formas de inovar o contato e os relacionamentos amorosos. Não é de agora, mas o envio de fotos intimas para parceiros, os famosos ‘nudes’, tem se tornado cada vez mais comum.

O psicólogo Alexander Bez, especialista em Relacionamentos pela Universidade de Miami (UM), diz que essa troca de fotos pode ter diversos motivos: “Desde acender a paixão antes de um encontro, até a fim de manter aferido a paixão e o desejo quando ambos, ou um dos dois, está longe.

Também há uma possibilidade de ser uma questão de hábito geracional, já presente como uma cultura do século XXI, pela facilidade, imediatismo do momento, para seduzir o(a) pretendente.”

Segundo Alexander, os nudes podem ser uma problema muito sério, principalmente para as mulheres, que são as que mais sofrem exposições. Dessa forma, o especialista reforça: “Até que ponto podemos realmente confiar em uma pessoa? Nesse caso, é melhor prevenir do que remediar, para que não haja vazamentos.”

Infelizmente sempre é jogado na vítima a culpa da exposição, mas isso é um erro. Confiar no namorado, marido ou ficante, não é um problema. Nessa situação, o único culpado, é quem divulgou a foto.

 No último mês, dois participantes do BBB22 tiveram imagens intimas vazadas nas redes, Natália e Eliezer. De acordo com o psicólogo, “a situação piora contundentemente, quando a pessoa envolvida é conhecida ou uma celebridade, podendo ter a sua vida e/ou carreira arruinadas.”

“A falta de respeito é o maior motivo para que um indivíduo exponha outro. Pode se tratar de uma ‘modinha’ seguida de uma vingança por algum acontecido, uma forma de chamar atenção, entre várias outras possibilidades. Mas nada justifica, a divulgação da intimidade de uma pessoa é crime.” –
afirma Alexander.

“Há uma regra subliminar – ou seja, que não precisa necessariamente de ser dita – que é: se seu(sua) parceiro(a) te mandou um nude, ele é único e exclusivamente para você, não deve ser compartilhado com mais ninguém. Essa conduta, já é e está presente no nosso inconsciente, mas é preciso conhecer
muito o(a) companheiro(a), para que não haja situações inconvenientes irreversíveis.” – complementa o especialista.

“Caso essa regra seja quebrada e as fotos forem vazadas, como consequência da exposição começam aparecer os problemas e os conflitos da vítima, a insegurança, culpa, vergonha, podem gerar:

  • Transtorno de Despersonalização,
  • Transtorno de Ansiedade,
  • Transtornos Depressivos,
  • Transtornos Alimentares,
  • Transtornos Sexuais e até mesmo perda de emprego.

A vida da pessoa nunca mais será a mesma.” – finaliza.

Fonte: Eduarda Magalhães – Assessoria Márcia Stival
Dr. Dr. Alexander Bez

Compartilhe nas redes sociais :)